Portefólio: Josephine Skriver


Nasceu em 1993 em Copenhaga, Dinamarca. Corajosa e determinada, Josephine ambicionou o mundo e já quase o conseguiu.

Portefólio: Josephine Skriver


Nasceu em 1993 em Copenhaga, Dinamarca. Corajosa e determinada, Josephine ambicionou o mundo e já quase o conseguiu.

29 Nov 2016 • 08 46 H



De Milão a Paris, Nova Iorque a Berlim, a modelo que entrou no top das Modelos Mais Sexy no Models.com, tem hoje uma agência em quase todos os cantos do mundo. Descoberta aos 15 anos em Nova Iorque, durante uma viagem da sua equipa de futebol, juntou-se ao clã Victoria's Secret em 2013. Três anos depois acrescenta um par de asas ao seu coordenado, e o titulo de Anjo no desfile de 2016 na eterna Cidade Luz.

 

Com 1,79 metros, a morena de olhos verdes decidiu terminar os estudos e só depois deu os primeiros passos nas grandes passerelles de Moda - em 2011 e já com 18 anos. Desde então desfilou para mais de 300 casas, entre elas a maison Chanel, Oscar de la Renta, Dolce & Gabbana ou Balmain, foi capa de várias publicações, da Vogue à Vanity Fair, e protagonista de campanhas para a Zimmermann, Armani Exchange, Tom Ford ou Yves Saint Laurent Beauty. 

 

Quando lhe perguntam sobre a parte menos glamourosa do seu trabalho, fala nas  " saudades das pessoas", mas pelo menos a modelo Insta-famous conta com o apoio do namorado Alexander Deleon, vocalista da banda The Cab. Em Portugal, Skriver também deu que falar na imprensa cor-de-rosa quando Cristiano Ronaldo se entusiasmou a pôr "gosto" em várias fotos da modelo no Instagram. Suposições à parte, esta história ficou-se por aqui.

 

Outra curiosidade sobre Josephineé que a modelo nasceu de fertilização in vitro, filha de mãe e pai homossexuais. Ao lado do irmão, a modelo é a resposta perfeita para todas as questões relacionadas com o casamento e adoção por casais do mesmo sexo, e por isso mesmo, se dedica de coração a esta causa. Em 2015 foi eleitaembaixadora doOutspoken Generation, um programa da organização Family Equality Council, que promove a consciencialização para a constituição de famílias LGBT. Num dos seus discursos afirmou "o meu objetivo é que a minha história não seja assim tão interessante no futuro, porque isso implica que a sociedade aceitou como normal a parentalidade LGBT da mesma forma que aceita qualquer outra forma de constituir uma família".

pub
Faltam 300 caracteres
pub
pub
topo