Gucci processa Forever 21

Ultimamente, o nome Gucci parece sinónimo de plágio. Desta vez, o tema volta à baila mas no sentido contrário - a marca dirigida por Alessandro Michele acusa (em vez de ser acusada) a norte-americana Forever 21 de copiar as tradicionais riscas da Casa.

Gucci
Gucci  © @gucci

Gucci processa Forever 21

Ultimamente, o nome Gucci parece sinónimo de plágio. Desta vez, o tema volta à baila mas no sentido contrário - a marca dirigida por Alessandro Michele acusa (em vez de ser acusada) a norte-americana Forever 21 de copiar as tradicionais riscas da Casa.

09 Ago 2017 • 15 43 H



Em dezembro de 2016 a Gucci notificou a Forever 21 para que retirasse todas as peças de roupa com riscas azul-vermelho-azul e verde-vermelho-verde por serem uma marca registada. Até à data, a norte-americana de pronto-a-vestir tinha à venda bombers, sweatshirts e chockers com riscas indenticas às da Casa italiana.

Depois de mais duas notificações (uma em janeiro e outra em fevereiro) a Gucci entrou esta semana com um processo contra a Forever 21 no Tribunal Distrital da Califórnia. De acordo com o site Fashionistao processo recai sobre as acusações de infração de marca registada e concorrência desleal.

"A Gucci tomou hoje medidas para pôr fim à exploração comercial por parte da Forever 21, ao usar as famosas riscas azul-vermelho-azul e verde-vermelho-azul" declarou a marca de Alessandro Michele em comunicado.

pub
Faltam 300 caracteres
pub
pub
topo