Está boa, Dona Emília?


Se tem uma viagem planeada a Viana do Castelo, já sabemos onde ficar. Se não tem, apostamos que vai querer marcar depois de conhecer a Dona Emília.

Está boa, Dona Emília?


Se tem uma viagem planeada a Viana do Castelo, já sabemos onde ficar. Se não tem, apostamos que vai querer marcar depois de conhecer a Dona Emília.
24 Abr 2017 • 17 34 H



Emília Freitas tem 89 anos. Canta fado com amor, até que a voz lhe doa. Um dos netos, Nuno Freitas (arquiteto) e a mulher, Rute Esteves (performer e educadora) ergueram uma Casa de Hóspedes em Viana do Castelo em homenagem a esta mulher que, mais que uma matriarca alegre, é daquelas com pelo na venta que abrigava em sua casa os resistentes à ditadura e fincava o pé pela igualdade de direitos das mulheres. É da liberdade que nasce esta Guest House (erguida, claro, por Nuno), e da união entre o design – com peças tanto restauradas como de marcas nacionais como a Gur –, as residências artísticas, uma programação cultural dinamizada por Rute e a arte de bem receber.

Três é a conta que Deus fez - talvez por isso o edifício tenha três pisos, três frentes e três saídas - para a Praça da República, para o Museu do Trake e para o templo de Santa Luzia. Mas não é só - claro que não é só. A Dona Emília é uma autêntica galeria de arte, com exposições regulares; tem piscina, jardim e eventos que podem ir de concertos a performances, passando por cursos, jantares, tertúlias, cinema.

É para ir e desejar que o fado da Dona Emília ainda ressoe nas paredes.


Dona Emília Guest House, Rua Manuel Espregueira, 6, Viana do Castelo. T. 917 811 392.

 

pub
Faltam 300 caracteres
pub
pub
topo